Blog

i2 e Guaraling em artigo da PEGN: Cena digital do Recife aposta na tecnologia para mudar o mundo

6 de agosto, 2012

A i2 e a nossa startup de narrativas interativas Guaraling foram citadas em artigo no site da Revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios. O texto menciona exemplos de empresas pernambucanas que estão investindo com criatividade no mercado digital.

Segue trecho da matéria:

Cena digital do Recife aposta na tecnologia para mudar o mundo

Empresas que participam da primeira Campus Party do Nordeste mostram como as novas startups estão indo além da produção de softwares

[…] Já a Guaraling, startup da I2 Mobile Solutions, empresa que há seis anos desenvolve aplicativos para plataforma móvel e que tem no portfólio clientes como Nestlé, BMW, Telefônica, Claro, Nokia e Nivea, investiu na mitologia local para criar histórias interativas que, associadas a jogos, passem uma mensagem positiva e levem à reflexão.

O primeiro produto da startup é o Ka’arupan, desenvolvido para tablets e smartphones. A palavra, inventada pelos desenvolvedores, mas inspirada no tupi guarani, dá nome a uma terra fantástica onde se desenrola a história de Anrati, jovem que acidentalmente deixa seu vilarejo no escuro e vai atrás de uma solução para a situação que ele mesmo gerou. “O foco é a diversão, mas queremos adicionar uma camada de desenvolvimento social e um consequente impacto positivo no mundo”, diz o designer Felipe Quérette.”

Fonte: Revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios

by admin   //   Blog, Campus Party, Clipping, Guaraling, i2

Jornal do Commercio destaca vitória do Pocketstore na Campus Party Recife

1 de agosto, 2012

O Caderno de Tecnologia do Jornal do Commercio trouxe matéria especial hoje com uma restrospectiva da Campus Party Recife e mencionou a vitória do Pocketstore no concurso Campus Beta.

Segue o texto na íntegra:

“Arena abrigou disputas acirradas

COMPETIÇÕES Campuseiros participaram de vários desafios, a exemplo do Wayra Contest, vencido pela equipe recifense Proativa Soluções

A Campus Party deixa como saldo vários vencedores e a expectativa de uma segunda edição ainda mais divertida e competitiva que a primeira, já marcada por disputas acirradas. Uma das que mais causaram suspense foi o Wayra Contest, promovido pela aceleradora Global de Startups digitais da Telefonica/Vivo com o objetivo de avaliar e premiar ideias de negócios criadas por jovens empreendedores.

O topo do pódio foi conquistado pela Proativa Soluções com a ProDeaf, plataforma que busca quebrar a barreira de comunicação que existe entre surdos e ouvintes. O sistema traduz o português, falado ou textual, para a linguagem de Libras, que é interpretada por um personagem animado em 3D. A solução foi criada por Lucas Mello e João Paulo Oliveira, que venceram mais de 50 inscritos.

Os dois foram contemplados com cinco dias na Academia Wayra em São Paulo, onde poderão aperfeiçoar seu plano de negócios com empreendedores e investidores. A startup também teve sua proposta classificada para a próxima wayraWeek e foi convidada para participar do Programa de Incubação do Porto Digital sem passar pelo processo seletivo tradicional. “Vamos continuar trabalhando e melhorando o ProDeaf e aproveitar ao máximo a wayraWeek, fazendo o possível para gerar novos negócios”, conta João Paulo.

Outra equipe premiada com incubação no Porto foi a i2 Mobile Solutions, com o Pocketstore.

Liderado por Luciano Ayres e o engenheiro de software Felipe Andrade, o projeto venceu outras oito ideias inscritas na competição Campus Beta. “É uma plataforma de mobile commerce que permite a venda de produtos e serviços através de aplicativos para celulares e tablets”, explica Luciano.

Ainda na área de aplicativos, Crystian Leão, João Marcelo Teixeira e Guilherme Moura, alunos do Centro de Informática da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), ganharam o prêmio Acessibilidade do Vivo Hackaton com o jogo Luz, câmera, libras, que cria interesse entre ouvintes e surdos para aprender Libras de forma lúdica. “A gente começou a desenvolver na segunda-feira antes da Campus Party. Passamos uma semana correndo”, relembra João Marcelo. A equipe ganhou R$ 7 mil e um Samsung Galaxy SIII.

Já na maratona de programação Hackaton promovida pelo Facebook, o vencedor foi Marcelo Eden, com o aplicativo Likemarks (www.likemarks.in). “Dois dias foi muito pouco tempo para desenvolver um produto legal, por isso, praticamente virei noites desenvolvendo o app”, explica Marcelo. O Likemarks é ferramenta de busca que exibe todos os links indexados pelos usuários. “Sempre que você compartilhar um link no Facebook, ele é automaticamente indexado. Dessa forma, é possível encontrá-lo facilmente”, complementa.

Saindo do mundo das redes sociais e entrando no da robótica, o campeão da competição de robótica livre foi o grupo Positronics, formado por Lucas Cavalcanti, 17 anos, Diogo Lacerda, 21, Ana Emília Rabêlo, 16, e tendo Paulo Marcelo Pontes como orientador. “O robô é de resgate e deve rastrear o ambiente da arena e definir que ações executar”, explica. Esse mesmo grupo já havia ganho a categoria Best Collegiality no mundial Robocop Junior, realizado na Cidade do México em junho.

“Tivemos que resolver as coisas sem chave de fenda e ferro de solda, que são materiais proibidos. Muita coisa teve que ser gambiarra”, conta. E o grupo já saiu da Campus Party com nova parceria. “Estabelecemos um novo projeto com um amigo, envolvendo foguetes e robôs”, finaliza.”

Fonte: Jornal do Commercio

by admin   //   Blog, Campus Party, Clipping, i2, Pocketstore

SEBRAE, BlackBerry e i2 #LIKEABOSS na Campus Party Recife 2012

30 de julho, 2012

A Campus Party é tradicionalmente um lugar para geração de novas ideias com potencial para virar bons negócios. Pensando nisso o SEBRAE realizou a ação inovadora chamada #SEBRAELIKEABOSS durante a primeira edição do evento em Recife, com diversas atividades para ajudar e incentivar jovens empreendedores a tirar suas ideias do papel.

A principal atividade da ação foi o Business Model Generation, onde 16 promotores do SEBRAE, munidos de tablets BlackBerry Playbook, inscreviam os participantes e auxiliavam no preenchimento do Canvas do modelo de negócio para suas ideias. O aplicativo utilizado nos Playbooks foi desenvolvido pela i2, através de uma parceria com o SEBRAE e BlackBerry.

Além de apoiar a ação do SEBRAE, a BlackBerry também marcou presença no evento com a realização de um Hackathon que premiou os 03 melhores apps com um BlackBerry Playbook.

A empresa se prepara agora para o lançamento sistema operacional BB10 que rodará nos novos celulares e futuros tablets da marca.

Outro fato que vale destacar foi o apoio da BlackBerry ao projeto Pocketstore, uma startup da i2 na área de mobile commerce, que venceu o concurso de startups Campus Beta, realizado durante a CP Recife.

O projeto foi escolhido pelo público como a inovação mais promissora entre os 07 finalistas, escolhidos entre dezenas de projetos submetidos. O Pocketstore irá contar com versões para Playbook e BB10.

No dia 25 de Agosto o time da BlackBerry Brasil estará em Recife realizando o BlackBerry Jam Sessions, um hackathon para os desenvolvedores locais. A inscrição é gratuita mas as vagas são limitadas.

Para mais informações acesse o site:

http://blackberryjamsessions.com/

by admin   //   BlackBerry, Blog, Campus Party, i2, Pocketstore

Projetos inovadores da i2 se destacam na Campus Party Recife

29 de julho, 2012

Equipes da Pocketstore e Guaraling na Campus Party Recife

Guaraling e Pocketstore, startups formadas no núcleo de inovação da i2, participam com sucesso da primeira edição da Campus Party Recife 2012.

Foto equipe Guaraling (Portal LeiaJá)

O Guaraling, que foca na produção de games e narrativas interativas para tablets com valorização dos elementos da cultura local, atraiu centenas de pessoas, coordenadores de instituições de ensino e também várias autoridades da Prefeitura do Recife e de Olinda, e do Governo do Estado.

Os campuseiros puderam jogar a versão alpha do primeiro game da empresa, chamado Ka’arupan: Escuridão ao meio-dia.

Durante todos os dias da Campus Party foi possível encontrar pessoas utilizando o button Guaraling ornamentando seus crachás do evento.

A equipe ainda se apresentou no #Barcamp da Locaweb, para falar sobre os desafios da produção de edutainment.

O portal LeiaJá entrevistou nossa equipe e destacou os diferenciais do projeto:

http://campusparty2012.leiaja.com/empresa-traz-interacao-de-games-narrativas

No blog do Guaraling você pode saber mais sobre a participação da startup no evento:

http://www.guaraling.com.br/campus-party-quick-report/

Equipe Pocketstore (Foto: Jornal do Commercio)

O Pocketstore, a plataforma inovadora de mobile commerce que possibilita a venda de produtos e serviços através de tablets e smartphones, participou como finalista de dois eventos de empreendedorismo promovidos na Campus Party, o Geeks on Beer, e o Campus Beta.

No Geeks on Beer, a empresa teve acesso a uma rodada de speed networking com 05 investidores para apresentar seu projeto e ainda contou com uma importante participação especial de Fábio Noblat, CEO da Central do Delivery e parceiro estratégico do Pocketstore.

O Campus Beta promoveu uma competição entre os 07 finalistas onde todos os projetos se apresentaram ao público da Campus Party durante duas horas em uma espécie de “feira de inovação” com demonstrações dos produtos. Após a contagem dos votos do público, o Pocketstore foi eleito o campeão do Campus Beta com o resultado anunciado por Bel Pesce, a “Menina do Vale”, durante a palestra mais esperada do evento.

A vitória do Pocketstore também foi divulgado pelo site JC Online, Portal NE10 e Blog MundoBit:

http://jconline.ne10.uol.com.br/canal/tecnologia/noticia/2012/07/29/pocketstore-e-o-campeao-do-campus-beta-50851.php

http://blogs.ne10.uol.com.br/mundobit/2012/07/29/pocketstore-vence-campus-beta/

Obrigado a todos que destinaram seus preciosos minutos durante o evento para conhecer e apoiar nossos projetos! O carinho e receptividade de vocês nos motiva para ir ainda mais longe. Também agradecemos especialmente à equipe da Blackberry Brasil presente no evento pelo apoio fundamental em ambos os projetos.

Até a Campus Party Recife 2013!

 

by admin   //   Blog, Campus Party, Guaraling, i2, iPhone, Pocketstore

JC Online destaca vitória do Pocketstore na Campus Party

29 de julho, 2012

O JC Online publicou matéria hoje sobre a vitória do projeto de inovação Pocketstore, vencedor do concurso de startups Campus Beta que aconteceu durante a Campus Party Recife.

Segue o texto na íntegra:

Pocketstore é o campeão do Campus Beta

Projeto competiu com outras oito ideias. Vencedores ganharam incubação no Porto Digital

Pocketstore é o projeto vencedor do Campus Beta premiado com incubação no Porto Digital. Liderado por Luciano Ayres e o engenheiro de software Felipe Andrade, a ideia venceu outras oito com base nos critérios de escalabilidade, potencial de crescimento, modelo de negócio, criatividade, paixão dos fundadores e tração inicial do protótipo.

O Campus Beta é uma versão customizada do SP Beta. A atividade convocou cerca de 300 campuseiros e profissionais relevantes do mercado que poderiam “apostar” em uma das 8 startups selecionadas usando uma ficha de poker.

O projeto funciona como uma plataforma de mobile commerce que permite a venda de produtos e serviços através de aplicativos para celulares e tablets. “O diferencial é que toda a configuração é muito rápida e o risco é minimizado, porque trabalhamos com um modelo de comissão, ou seja, só ganhamos quando algo é vendido”, explica o sócio-diretor Luciano Ayres, responsável pela área de negócios da empresa i2 Mobile Solutions, criadora do Pocketstore.

Para Ayres, a solução é ideal para pequenas e médias empresas, com foco em comerciantes locais ou de bairro que possuem serviço de delivery. “O consumidor atual busca comodidade, utilizar tecnologia de forma inteligente para gerar melhores resultados”, comenta.

O Pocketstore já tem o seu primeiro cliente, a Central do Delivery, um site em que é possível fazer pedidos de comida online e que está presente em oito cidades brasileiras, com mais de 300 restaurantes associados, como McDonald’s, Burguer King, Pizza Hut, Subway, Pizzaria Atlântico e Laça-Burguer. “A partir de agosto, a Central do Delivery estará utilizando a Pocketstore para realizar vendas na plataforma mobile para todos os seus 300 estabelecimentos”, adianta.

Mas eles não planejam apenas trabalhar com gastronomia. “Vamos trazer a Pocketstore para auxiliar empresas de outras áreas, como varejistas, farmácias, lojistas de moda e outros tipos de comércio”, conta.”

Fonte: JC Online

by admin   //   Blog, Campus Party, Clipping, i2, Pocketstore

Pocketstore da i2 é campeão do Campus Beta na Campus Party Recife 2012

29 de julho, 2012

Troféu da Pocketstore no Campus Beta

O projeto Pocketstore, um projeto inovador da i2 para a área de mobile commerce, obteve o primeiro lugar no concurso de startups Campus Beta, promovido pelo SP Beta e apoiado pelo SEBRAE durante a primeira edição da Campus Party no Recife, que está acontecendo neste final de semana.

No total foram 170 projetos submetidos e 07 finalistas, os quais tiveram duas horas para se apresentar ao público da Campus Party durante a tarde de ontem. Ao final, o Pocketstore recebeu a maior quantidade de votos do público e foi anunciado como vencedor ao final da palestra mais esperada do evento com Bel Pesce, a “Menina do Vale”.

Agradecemos especialmente à equipe Pocketstore e a todos da i2 pela dedicação e trabalho em equipe, bem como a todos os projetos finalistas e à Central do Delivery, pela confiança em nossa capacidade de inovação.

by admin   //   Blog, Campus Party, i2, Pocketstore

05 motivos para se arrepender por não ter vindo à Campus Party 2012

11 de fevereiro, 2012


1. Mesas redondas

Independente da qualidade das palestras e palestrantes individuais, os eventos e debates mais interessantes aqui na Campus Party foram as mesas redondas.

O principal motivo é que tais mesas redondadas eram formadas por pessoas com diferentes backgrounds profissionais relacionados ao tema.

Por exemplo, no palco de Empreendedorismo, as mesas redondas eram formadas geralmente por investidores, empresários, jornalistas especializados, representantes do governo e headhunters.

Os debates permitiram que os participantes da platéia refletissem sobre diversos pontos de vista para poder tirar suas próprias conclusões, ao invés de simplesmente acreditar em “verdades absolutas”.

Outra vantagem das mesas redondas foi o network, ou seja, ao final de cada mesa redonda a platéia tinha acesso direto a todos os convidados do debate. Ao que parece, o resultado para esse sucesso foi a ideia da organização em eleger um “curador” (responsável) para selecionar os convidados por segmento.

Os curadores também exerciam o papel de mediadores em cada mesa redonda, incentivando a participação da platéia através de perguntas.

2. Mobilidade

Não, não estou falando de aplicativos, nem de tablets ou smartphones. A mobilidade que me refiro é relacionada à disposição dos palcos das palestras no salão principal do Anhembi. Imagine uma espécie de hangar imenso, sem paredes, e com as palestras com diferentes temas acontecendo simultaneamente em palcos distribuídos nesse espaço.

Praticamente nem foi necessário ficar olhando para a agenda de palestras, uma vez que em apenas uma volta de 05 minutos andando pela arena (espaço reservado para os participantes) era possível passar e ver o que estava acontecendo em cada palco.

3. Expo

Uma feira com patrocinadores e empresas de tecnologia aconteceu simultaneamente ao evento, com várias ações, promoções e brindes para os participantes. O melhor era que o acesso era público e gratuito.

4. Stand da Intel

A Intel montou um mega stand, com computadores à vontade para as pessoas jogarem e ainda incluindo um super telão com arquibancada para receber a torcida da etapa do mundial de games que rolou durante o evento. As partidas contavam até com narradores, transmissão ao vivo pela internet e cada vitória era comemorada como um gol.

5. Oficinas

Da mesma forma que as mesas redondas, as oficinas eram uma experiência diferente e mais rica para os participantes. Diferentemente das palestras, nas oficinas os próprios participantes metiam a mão na massa para criar algo relacionado ao tema, como robótica, software livre, arte digital e negócios.

Sobre o Autor

Luciano Ayres é co-fundador da i2 Mobile Solutions e está participando da Campus Party 2012 à convite da Nokia Brasil.

i2 na Campus Party 2012 em São Paulo

6 de fevereiro, 2012

A i2 estará presente na Campus Party 2012, o maior evento de tecnologia, mídias digitais e inovação da América Latina.

O evento acontecerá entre os dias 06 e 12 de Fevereiro no Parque Anhembi, em São Paulo, e deve contar com 7.500 participantes e atrair mais de 200 mil visitantes.

Nossa empresa também participará de diversas atividades e concursos relacionados à mobilidade, que é um dos principais temas da Campus Party neste ano.

Ao longo da semana faremos uma cobertura dos principais acontecimentos do evento através aqui do blog e do nosso Twitter (@i2mobilebr).

A participação da i2 na Campus Party 2012 é uma cortesia da Nokia Brasil.

by admin   //   Blog, Campus Party, i2

Posts Recentes





Twitter

@i2mobilebr


Faça parte da nossa equipe

Já imaginou trabalhar criando apps e games para tablets e smartphones?

Oportunidades disponíveis:


iFriday

Boletim semanal com as principais notícias do mercado mobile e digital:


Categorias

Links